domingo, 6 de março de 2011

Who Am I?



Sou aquele que busca novas aventuras
E desafios impostos pela vida.
Sou o que tenta transformar as atitudes
Em valores que possa fazer do nosso mundo,
Um lugar melhor.

Sou o que dizem de autêntico,
Único e, talvez, inesquecível.
Não sou nem melhor e nem pior,
Apenas tento ver através de um espelho
A própria imagem do meu ser interior.

Mesmo sabendo que ainda é,
De uma criança frágil e fraca,
Mas que se torna suficientemente capaz
De suportar e superar
Todas as consequências que nos é cabível.

Sou aquele que se libertou do mundo,
Graças a um ser Divino e Supremo,
Ao qual está acima
 De qualquer e todo o nome.

Além do mais,
Sou levado e influenciado
 por meus pensamentos;
Pensamentos que me levam
Para os cantos mais remotos
Da alma de um ser apaixonado.

Sou aquele que do erro do outro,
Procura encontrar a perfeição.
Aquele que acredita que os erros de hoje,
Terão solução no amanhã.

Mas afinal,
Quem sou eu?
O que busca roubar do palhaço
A receita do sorriso encantado?
Ou que  se esconde atrás da máscara
 a dor incurável ?



Pauta para o Bloínquês: 29ª Edição Poemas:
Tema: [Im]perfeição.

( Ataniel Santos)

Ataniel Pegadas – 2011
© Todos os direitos reservados

13 comentários:

Alexandre Fernandes disse...

É um ser que é pouco e é tudo. É tudo é pouco. Um completo sentir, mesclado com as aflições de dentro. Uma luta que permeia o sangue.

É um debater interno entre saber quem realmente somos. O que mostramos, ou o que se esconde. Somos no fim um quadro de imperfeição, buscando a cada dia melhorar a pintura do quadro.


Texto lindo!
Abração!

Carla Maria disse...

Nossa que talento em??
adoorei seu texto!

dá uma passadinha lá no meu blog?

carlinhamary.blogspot.com

já estou lhe seguindo

Iorgama Porcely disse...

Se dependesse de mim já tinha ganhado essa edição \o/
Pois de todos os poemas que já li aqui no blog esse foi o melhor.
Talvez por ter visto nele pedaços de mim que não sabia como descrever.
Torcendo por ti.
Beijos :)

Italo Stauffenberg disse...

mano, como é bom vir aqui e ser alimentado com um poema tão lindo!

torcendo por ti. essa edição do blq é sua cara!

abração.

Priscilla disse...

Que texto lindo!
Adorei!
Beijos meus

@samylesousa disse...

Tem um selo pra vooc no meu blog *-*

http://agarotaperfeitatemdefeitos.blogspot.com/p/selos.html

Bjo

Bell Souza disse...

sempre gosto dos seus poemas, afinal, eu que acabo corrigindo eles.

Hospicio da tia Luh -- By Pri disse...

psiu meninooo.. vim deixa meu bjo e o desejo de otima semanaaa... e ve se num some hunf! bjok

Brunett´S disse...

Me encanto cada vez que venho aqui... Esse poema tá perfeito.
Se nada mais por ou tirar...
Amei [saudade de tu ^^]
Beeeijos

Marcos de Sousa disse...

Essa inconfundível perfeição do ser humano que o faz imperfeito. Nada mais belo que a capacidade de contradição humana.

Laís Anjos. disse...

:O - esse poema acaba de se torna um dos meus favoritos. Parabéns!

Anônimo disse...

LINDO O POEMA...O GRANDE MISTÉRIO É TENTAR DESVENDAR QUEM SOMOS...E A LUTA CONSTANTE É COMO CONTROLAR AS EMOÇÕES DO CORAÇÃO...UM ABRAÇO!

Gabriel disse...

Nossa, que maturidade nas palavras meu caro. Fico um tempo longe e quando volto você está arrasando, meus parabéns.

Me surpreendi com o novo formato do blog, acho que você já deve ter mudado faz tempo, mas andei meio distante, e achei fantástico.

Grande abraço!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...