sábado, 12 de junho de 2010

ADEUS






Hoje ao falar com você,
tomei uma decisão
acredito que seja melhor pra nós.
Sabe, não poderei continuar desse jeito
Só me faz sofrer, ficar desiludido
Não tendo ao mesmo a chance de te conquistar.

Todos os dias busco motivos pra sorrir,
assim não tentarei me afogar na dor
que prende meu coração na solidão.
A fraqueza ao poucos está ganhando
um lugar na vida que levo
não sei até quando suportarei,
pois o tempo me consome!

Sei que você não tem culpa
sei das suas razões, não está sendo fácil,
mas preciso pensar em mim.
Talvez, errei em pensar que um dia
 poderíamos ficar juntos,
chegar a ser realmente namorados.

Mas me enganei outra vez,
agora preciso ir.
O meu coração necessita descansar,
procurar um refúgio.
O que poderei deixar são saudades
que ficaram guardadas somente
 na caixinha do tempo, por isso,
adeus.

Pauta para o Bloínquês: Quarta Edição Poemas:
Tema: Flores/Saudades.




(Ataniel dos Santos)



Ataniel Pegadas – 2010
© Todos os direitos reservados

2 comentários:

Alexandre Fernandes disse...

As vezes precisamos renunciar, nos recolher para enfim dar mais paz aos sentimentos. Ter essa liberdade é essencial para que as emoções se coloquem no lugar com o tempo.

Texto terno, doce, mas triste...

Um grande abraço meu amigo.
Se cuida.

Naty Araújo disse...

Nããããoooo...
nossa... deu um aperto aqui no coração lendo isso.
Dizer adeus pq? Será que é melhor mesmo?
Pensa bem!

Bjão.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...