sábado, 17 de abril de 2010

O Perfume das Rosas

Só podemos sentir o cheiro do outro,
Quando o amor nos encontra
E delineia os nossos caminhos
Fazendo nos sentir uma sensação de prazer,
Conforto e tranquilidade
É tão bom,
Você realmente sente-se um pássaro e quer voar,
Voar e chegar à porta da felicidade

As rosas nascem no teu jardim
E a primeira pétala se abre,
Mas sempre haverá nelas espinhos
Capaz de machucar seus sentimentos
Ferir o seu íntimo
E torná-lo um ser inútil
Incapaz de amar outra vez
Entretanto, você não se deixará levar
E tentará sentir no ar
O perfume que fluem das rosas
E que exala por todo o teu corpo.
(Ataniel dos Santos)



Ataniel Pegadas – 2010
© Todos os direitos reservado

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...